Coletanea Textos 2018 (0)

Coletânea Textual 2017

Em 2017, os alunos do Ensino Fundamental II confeccionaram sob a orientação do professor Flávio dos Santos, uma coletânea dos textos escritos durante o ano letivo. O resultado foi um encadernado personalizado que cada aluno levou para casa.


parodia

Minha Saudade

Paródia produzida em 2018 pela aluna Thaís, do 9.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Minha Saudade

Minha terra tem muitos rios

Rios belos e profundos

Que poucos tiveram a oportunidade de vê-los

Não há nada igual no mundo.

Nossa selva tem mais vida

Nossos campos têm mais flores

Nossos rios têm mais peixes

Nossos peixes têm mais cores.

Ao amanhecer, me vejo lá

Tentando ouvir os pássaros…

Minha terra tem muitos rios

Rios belos e profundos.

Minha terra tem belezas

Que tais não encontro eu cá.

Ao amanhecer, me vejo lá

Tentando ouvir os pássaros.

Minha terra tem muitos rios

Rios belos e profundos.

Não permita Deus que eu morra

Sem que eu volte para lá

Sem que desfrute as belezas

Que não encontro por cá.

Sem que ainda aviste os rios

Que correm por lá.

Texto Vem pro Vila

Vem pro Vila

Propaganda produzida em 2018 pelo aluno Gustavo, do 8.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

 

Vem pro Vila (CEVV)

 

O Vila Verde é um Centro Educacional

Que só tem gente legal

E não está de brincadeira não

Meu amigão

Os professores parecem mágicos

Se você tem uma dúvida

Ela some em um piscar de olhos

e num estralar de dedos!

Aqui suas dificuldades somem!

Chega de enrosco!

Venha somar conosco!

Texto Aula Demora a Passar1

Aula que Demora a Passar

Haicai produzido pela aluna Thayná, do 8.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Aula que demora a passar

Por que a última aula demora a passar?

Porque ficamos vendo a hora no celular

E deixamos de estudar!

eleições brasileiras

Eleições Brasileiras

Haicai produzido pela aluna Thayná, do 8.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Eleições Brasileiras
De política eu não entendo,
Todavia, compreendo
Que essa briga de nada está valendo!
Minha terra

Minha terra tem o que muitas não têm

Paródia produzida pela aluna Thaís, do 9.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Minha terra tem o que muitas não têm

Minha terra tem universidades
Onde todos querem estudar.
As árvores que aqui balançam
Não balançam como lá.
Nosso frio é mais intenso
Nosso trânsito lamentável
Nossas ruas mais emprego
Mais emprego, mais dinheiro.
Vivia, sozinha, em casa
Única opção era trabalhar.
Minha terra tem universidades
Onde todos querem estudar.
Minha terra tem poluição
Onde não encontro em outro lugar.
Vivia, sozinha, em casa
Única opção era trabalhar.
Minha terra tem universidades
Onde todos querem estudar.
 *
Não permita Deus que eu morra
Sem que eu volte para lá.
Sem que eu sinta um pouco mais daquela poluição
Que só encontro por lá.
 
Minha terra tem universidades
Onde todos querem estudar.
CANÇAO DA SAUDADE

Canção da Saudade

Paródia produzida pela aluna Luísa, do 9.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Canção da Saudade

Minha terra tem campo,
Onde tem plantação;
As vacas que aqui mugem
Não mugem como lá.

Nosso campo tem mais mato,
Nossas vacas têm mais leite,
Nossas geladeiras têm mais queijo,
Nossas galinhas têm mais pena.

Em lembrar, do pôr do sol,
Mais alegria eu encontro lá.

Minha terra tem mais queijo,
Onde mugem as vaquinhas.
Minha terra tem pessoas
Que tais não encontro cá.

Em lembrar, do pôr do sol,
Mais alegria eu encontro lá.
Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute dos queijos
Que não encontro por cá.

SUPERPAI

Meu Super-Homem

Poema produzido pela aluna Thayná, do 8.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

Meu Super-Homem

Ele é o Super-Homem da vida real

Fica acordado até tarde quando estou doente
Acorda cedo para trabalhar sem reclamar!
Não tem como não amar
Ajuda-me a fazer meus deveres
Corrigi-me quando eu preciso
Me dá tudo que eu quero
Faz mil coisas de uma vez só!
Ele é o Super-Homem que todos gostariam de ter em suas casas!
Ele é o meu herói
Ele é o meu pai
Amo-te, Papai!
Momento de Leitura 8

Aqui é o lugar

Propaganda produzida pela aluna Maria Eduarda, do 9.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

 

CENTRO EDUCACIONAL VILA VERDE

 

Quer aprender?

Quer estudar?

Você Vai de ralar para passar!

 

Com professores bem legais

Que nunca nos deixam para trás

Aprendemos muito mais!

Mas aqui não é mole não!

 

Para não esquecer

Vou logo dizer

O Centro Educacional Vila Verde é o lugar

Para você aprender!

 

Não adianta negar

Aqui é o lugar

Lugar para sonhar

Lugar para conquistar!

 

Com uma estrutura de invejar

Qualquer um que olhar

Vai se impressionar!

 

O Centro Educacional Vila Verde está aqui

Para ajudar você a chegar onde quiser!

 

Agora, para finalizar

Só mais uma rima quero deixar

Para um bom futuro alcançar

Matricule-se já.

Momento de Leitura 7

Colégio de Ação

Propaganda produzida pela aluna Camile, do 8.º ano, nas aulas de Técnica de Redação, sob a orientação do professor Flávio dos Santos.

 

CEVV

O Vila Verde é um colégio de Ação

E sem Enrolação!

 

Se não fizer a Lição

Se não tiver Dedicação

Ficará em Recuperação!

 

No Vila Verde temos um Evento

Para falar das Nações

Sempre tem Diversão

E também Excursão.

 

Venha Conferir!