Quem Tem Boca Vai Ao Timor

Os alunos do 6° ano tiveram uma atividade interdisciplinar, por meio do livro “Quem tem boca vai ao Timor, uma aventura pelo mundo da língua portuguesa.”

Nas aulas da professora Carolinne, a turma leu a obra e trouxe informações pesquisadas previamente sobre um país cujo o idioma oficinal fosse a língua portuguesa, com exceção de Brasil e Portugal, para que assim cada um pudesse conhecer a diversidade cultural de outros países que falam o mesmo idioma.

Já nas aulas de geografia com a professora Lislaine, fizeram viagens para esses mesmos países através das ferramentas digitais e identificaram os aspectos naturais e sociais das paisagens dos mesmos países.

No livro temos os personagens Beto e Carminha, que são primos, mas moram muito longe um do outro – ele, no Brasil; ela, em Portugal. Ambos falam o mesmo idioma, mas vivem se provocando por conta das diferenças entre as variantes europeia e brasileira da Língua Portuguesa. Em uma emocionante viagem pelos países que falam português, esses dois lelés da cuca, ou giras, irão protagonizar uma narrativa bué da fixe, ou seja, muito legal! Os leitores se divertirão com as pistas e brincadeiras do livro, além de aprender um pouco mais sobre a lusofonia e o principal elemento que nos une a tantos outros países no mundo: o idioma português.

Simsalabim

Quer saber qual o segredo do penteado da Cachinhos Dourados? Ou então dos longos e fortificados cabelos da Rapunzel? O que pensam os personagens do folclore brasileiro sobre seus pares dos contos de fada? Qual a nova modalidade de esporte do mundo do faz de conta? Tudo isso e mais um pouco você encontra no livro SIMSALABIM, que é a revista do mundo do “Faz De Conta”!

Com esse livro tão legal, os alunos do 2.º ano fizeram várias atividades, entre elas: Receitas Monstruosas e Notícias Bombásticas.

É tudo invenção

O livro paradidático do 1.º bimestre da turma do 5.º ano foi: “É tudo invenção”.

Como foi inventada a piada? O assobio? O sapato? A canção? Os poemas de Ricardo Silvestrin propõem respostas divertidas a essas (e outras) perguntas. 

Como atividade de encerramento do bimestre, cada aluno da turma apresentou um dos poemas do livro.

Jeito de Ser

Pense em você, em sua personalidade e características. Agora, imagine; se você fosse um bicho, que bicho seria? Se fosse uma planta, qual seria? E se fosse uma casa, que tipo de casa seria? 

Para finalizar o trabalho com o livro paradidático “Jeito de Ser”, cada aluno do 1.º ano fez seu registro e no final tiraram uma foto. Eles amaram a experiência!


614bj5osMeL

O texto da escritora Nye Ribeiro trabalha a individualidade e a diversidade, com questionamentos que fazem os leitores pensarem em si mesmos e nos outros, enquanto as divertidas ilustrações de Maurício Veneza ajudam a visualizar a diversidade.


1.º ano jeito de ser

O invencível Antonio é seu cavalinho de pau

Depois de finalizar a leitura do livro paradidático “O invencível Antônio é seu cavalinho de pau” a turma do 3.º ano confeccionou um cavalinho.

“Antônio faz aniversário. Entre carrinhos motorizados, robôs e outros brinquedos, está o presente do avô: um cavalinho de pau. A irmã acha o presente antiquado, mas Antônio se apaixona pelo cavalinho e faz dele seu companheiro das horas mais perigosas e ameaçadoras. A cada momento do dia ou da noite, o menino e seu cavaleiro enfrentam monstros horrendos sem nunca perder a coragem. Até que surge o pior de todos, o monstro que vai atacar o avô. Mas Antônio sabe que ele e o avô não precisam ter medo… Uma história terna sobre a relação entre um avô e seu neto, e sobre o poder da imaginação.


Fazenda Ponto Com

No 1.º bimestre  os alunos do 2.º ano leram o livro “Fazenda Ponto Com”. N2.º ano Livro Fazenda Ponto Coma história, os animais de uma fazenda organizam uma festa surpresa para o fazendeiro. Para encerrar o projeto de leitura, a professora Deborah organizou uma festa na sala de aula.

“O que você pensaria se fosse convidado para uma festa de aniversário em uma fazenda globalizada? E nessa fazenda pudesse encontrar animais de todas as partes do mundo, desde uma vaca suíça até um canguru australiano? Escrito em forma de carta enigmática, o livro se transforma em uma divertida brincadeira, com todos os tipos de bichos, com todos os tipos de som. O aniversariante é o fazendeiro, que está muito feliz com a surpresa preparada pela bicharada. Aprontando sempre, os animais se conectam por meio de mensagens eletrônicas, não deixando ninguém de fora da grande festa. Venha se divertir também!”


2.º ano Livro Fazenda Ponto Com

Munduruku

No material didático de geografia, os alunos do 5.º ano leram sobre o indígena Daniel Munduruku. Para enriquecer ainda mais a aula, a professora Viviane levou o livro paradidático “Kabá Darebu” que conta a história de uma criança indígena munduruku e sua rotina. A mensagem que o livro transmite é de que todos querem ser livres e que devemos respeitar as riquezas e costumes deles.


 

Roda de Leitura “O vírus desinformático”

Neste último bimestre, o livro paradidático lido pelos alunos do 7.º ano foi “O vírus desinformático”, do escritor Clive  Gifford, o autor tem mais de 170 livros publicados.

Em grupos, os alunos discutiram sobre o tema abordado e realizaram outras atividades relacionadas, sempre com a orientação do professor de língua portuguesa Flávio dos Santos.

“O barão Saul Dozso da K. Roça odeia tudo o que é moderno, principalmente as conquistas da ciência e da tecnologia. Em seu castelo, ele aperfeiçoa um “vírus desinformático”, com o qual pretende contaminar e exterminar todos os computadores do mundo. Felizmente, os Cientistas Loucos, liderados pelo professor G. Ninho, farão de tudo para impedi-lo.”


Books

Um dos grandes desafios dos professores da educação básica é ensinar a leitura para os alunos. Ensinar não só a decifrar códigos, e sim a ter o hábito de ler. Seja por prazer, seja para estudar ou para se informar, a prática da leitura aprimora o vocabulário e dinamiza o raciocínio e a interpretação. Infelizmente, com o avanço das tecnologias do mundo moderno, cada vez menos as pessoas interessam-se pela leitura.

Um ato de grande importância para a aprendizagem do ser humano, a leitura, além de favorecer o aprendizado de conteúdos específicos, aprimora a escrita. O contato com os livros ajuda ainda a formular e organizar uma linha de pensamento. Dessa forma, a apreciação de uma obra literária é uma aliada na hora de elaborar uma redação.

Pensando em tudo isso, a professora Ana Maria utiliza os livros como recurso didático nas aulas de inglês das turmas do Ensino Fundamental I.